As 7 desculpas mais comuns para não se exercitar

Para inserir a atividade física no cotidiano, é preciso superar barreiras, que vão desde a dificuldade em pagar a mensalidade da academia até uma eventual falta de vontade. “O contexto realmente influencia na decisão de praticar ou não um esporte. Só que, no fim das contas, essa escolha está sempre nas mãos do indivíduo”, sentencia Felipe Reichert, educador físico da Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul. Confira na sequência as principais desculpas apontadas por 3 100 adultos em um trabalho do estudioso gaúcho e saiba por que nenhuma é motivo para se entregar ao sofá.

“Estou sem tempo” As horas livres são cada vez mais escassas, porém poucos minutos na semana dedicados à malhação já trazem benefícios. Basta um pouco de planejamento.

“Não tenho dinheiro” Apenas para citar dois exemplos, a ciência aponta a caminhada e a corrida como grandes aliadas da saúde. E ambas quase não pesam no bolso.

“Estou muito velho” Suar a camisa deixa ossos e músculos vigorosos, algo importante para garantir a movimentação e, assim, a independência dos idosos.

“Não quero malhar sozinho” Fora clubes e salas de ginástica, locais bons para fazer amigos, há grupos em que você se inscreve e, então, pedala ou corre com um monte de gente.

“Sofro com uma doença” Cada quadro exige um cuidado, mas está provado que a atividade física aplaca sintomas e até ajuda na recuperação de infarto, câncer, depressão…

“Odeio exercícios” ou “Tenho preguiça” O corpo, quando colocado para trabalhar, produz substâncias que trazem bem-estar. Ou seja, o que antes era uma prática chata se torna algo bastante prazeroso. Não desista nas sessões iniciais, geralmente as mais penosas.

“Morro de medo de lesões” Se bem orientados, os exercícios, em vez de aumentar o risco de contusões, servem como uma forma de preveni-las. Afinal, eles fortalecem a musculatura e melhoram o equilíbrio.

Fonte: Emagrece Brasil

Publicado em Emagrecimento, Exercício Físico | Marcado com , , | Deixe um comentário

Efeito sanfona: Conheça famosos que vivem em guerra com a balança

Emagrecer e engordar em diferentes épocas da vida não é “luxo” de gente como a gente. Mesmo com o acesso aos melhores médicos e muito dinheiro na poupança, as celebridades também sofrem deste mal. Listamos alguns famosos que vivem em guerra com a balança e que quase não conseguem manter a linha

Britney Spears
A cantora começou a guerra contra a balança em 2006, após dar à luz o segundo filho, Jayden James. Constantemente vista com guloseimas nada saudáveis – como seus frangos fritos e os tradicionais shots duplos de café com baunilha -, a cantora também é conhecida pela flacidez. Suas recentes turnês, como a Circus, de 2009, e a Femme Fatale, de 2011, mostraram os altos e baixos do corpo da popstar, especialmente por conta dos figurinos ousados demais para quem sofre com o problema.

Christina Aguilera
Em 2011, quando veio ao Brasil promover uma campanha, Christina Aguilera surpreendeu bela forma rechonchuda. Meses depois, num tributo a Michael Jackson, ela apareceu com os cabelos bagunçados e um corpo bem diferente do que estávamos acostumados. Segundo um especialista declarou recentemente a um jornal britânico, a estrela é a típica vítima do efeito sanfona, já que fez muitas dietas rigorosas ao longo da vida, o que fez seu metabolismo perder o controle. Em 2012, depois de lançar o single Your Body, a cantora declarou que está gordinha mesmo e que pretende continuar assim.

Janet Jackson
É só Janet parar com a dieta e a malhação para vermos que ela tem séria tendência a engordar. Surpreendentemente, a cantora consegue perder o peso que ganha também com facilidade.

Jennifer Hudson
Depois que foi publicamente criticada por seu peso, Jennifer Hudson tomou uma decisão. Entrou para o ‘Vigilantes do Peso’ e começou a dieta dos pontos. Segundo ela disse em recente entrevista ao programa do Dr. Oz, a cantora não precisou fazer muitas restrições no cardápio. “Ainda como meus cookies, a diferença é que eles são de um tamanho bem pequeno. Como um ou dois, só pra passar a vontade”, contou ela, que também diminuiu a quantidade de sódio e passou a se exercitar em casa, seis dias por semana. O êxito da cantora foi tão grande que ela passou a ser garota-propaganda dos Vigilantes do Peso. Apesar dos esforços, ela afirma ainda que, se parar com a dieta, certamente voltaria a engordar.

Jessica Simpson
Mesmo antes de engravidar, Jessica Simpson já sofria com a balança. A cantora ou aparecia muito magra ou bem acima do peso. Ela também afirma que é complexada com sua forma física, tanto que recusou a participar de um reality show que relataria essa luta contra o efeito sanfona.

Kevin Federline
Desde que se separou de Britney Spears em 2006, o dançarino, que era dono de um corpão, começou a ganhar bastante peso. Recentemente, ele conseguiu emagrecer consideravelmente, voltando a se exercitar e fazendo dietas.

Kristie Alley
Depois de uma carreira promissora, sumir da mídia fez Kirstie Alley engordar 50kg. Em 2006, ela apareceu no programa da Oprah contente e satisfeita com seu novo corpo, agora 30kg mais magro. Na época, ela chegou a lançar uma linha de produtos emagrecedores que levavam seu rosto na embalagem. Não demorou muito para que ela recuperasse todo o peso perdido. Recentemente, ela participou do programa “Dancing With The Stars” e perdeu assustadores 45kg, “dançando e fechando a boca”, como relatou. Em entrevista à “People”, Kirstie disse que não vai engordar mais. “Aprendi que sou assim e que se eu voltar a comer do jeito que eu comia, ficarei gorda novamente. Eu sou o maior exemplo de que uma nutrição saudável pode renovar sua saúde”, contou.

Mariah Carey
A cantora começou a engordar em 2003, mas nunca pareceu se importar muito com isso. Depois de ter engravidado dos gêmeos, Monroe e Moroccan, Mariah conseguiu voltar à boa forma.

Kelly Clarkson
Quando começou a carreira, por volta de 2004, Kelly chegava a usar roupas largas para disfarçar os quilinhos, mas a fama foi cruel e logo ela tatou de emagrecer. No entanto, os anos passaram e a cantora continua com os sintomas típicos do efeito sanfona: engorda e emagrece, dependendo da época. Atualmente, ela está com curvas mais
amenas.

Jared Leto
Típico exemplo de quem tem facilidade para emagrecer e engordar, Jared é, além de tudo, um cara dedicado aos seus papéis. Para o filme em que interpretou o assassino de John Lennon, engordou bizarros 28 quilos. Depois, emagreceu com facilidade, voltando ao seu corpão (como mostra a foto à direita). Para um novo filme, em que viveo portador do vírus da AIDS, ele agora fez o esforço contrário. Emagreceu mais de 17 quilos para ficar com aspecto doente. E não é que ele já voltou à velha forma?
Fonte: Quem
Publicado em Emagrecimento, Notícia | Marcado com , | Deixe um comentário

Fique de olho no teor de sódio dos alimentos conservados em lata ou vidro

Alimento in natura ou conservado em lata ou vidro? O melhor é você ficar com a primeira opção, que é bem mais saudável. Mas vez ou outra, pode consumir versões semiprontas armazenadas nesses potes. Segundo especialistas, elas são seguras e nutritivas. “Esses alimentos passam por um choque térmico que destrói os microrganismos, mas não prejudica os nutrientes”, afirma a engenheira agrônoma Marília Oetterer.

Mas para fazer uma boa escolha, fique de olho nos rótulos. É sempre importante checar todos os itens contidos na embalagem. Isto é, não se preocupe apenas com o número de calorias. Algumas marcas, por exemplo, exageram no sódio – substância presente no sal, usada com duas finalidades: realçar o sabor e prolongar a validade do alimento. O excesso desse mineral causa retenção de líquido e inchaço. A saúde do coração também fica prejudicada. O ideal é que o produto ofereça menos de 200 miligramas de sódio a cada 50 gramas (no caso dos sólidos) e 50 miligramas (líquidos).

Mais um detalhe importante: dispense o líquido da conserva e dê um banho de água filtrada nos legumes, leguminosas ou grãos. Cuidado também com as conservas em óleo. São verdadeiras bombas calóricas e gordurosas. Já as versões em água quase não oferecem risco, pois costumam preservar as calorias originais do alimento, combinando mais com sua dieta.

Fonte: Revista Boa Forma
Publicado em Dicas alimentação, Dicas para emagrecer, Nutrição | Marcado com , , | Deixe um comentário

Fique longe das calorias vazias

Você sabe o que são calorias vazias? São aquelas que possuem pouco ou nenhum nutriente, consideradas nada saudáveis para o nosso organismo. E por sua vez, as calorias cheias são aquelas provenientes de alimentos com alto teor nutritivo.

As calorias vazias tem baixo valor nutricional e apenas proporcionam o aumento de peso. Refrigerantes, bebidas alcoólicas, salgadinhos, bolachas recheadas, balas, doces, são exemplos de alimentos cheios de calorias vazias. A ingestão excessiva desses alimentos podem levar o organismo a acumular gordura e desencadear diferentes doenças, como colesterol e triglicérides elevados, além da obesidade. Por isso, a ingestão deve ser moderada, o que geralmente não acontece.

Veja abaixo um quadro com alimentos com calorias aproximadas, porém, de um lado os representantes das calorias cheias, ideais para se ter mais saúde e de outro, as calorias vazias, que você deve evitar.

Confira e acerte na sua escolha!

Para finalizar uma dica para evitar o consumo dos alimentos ricos em calorias vazias é dar preferência por consumir alimentos mais naturais. Evite as comidas prontas, fast food e industrializados de forma geral.

Fonte: VilaMulher
Publicado em Dicas alimentação, Nutrição | Marcado com , | Deixe um comentário

Chás para emagrecer

7 opções que vão deixá-la magrinha e sem fome
Chá verde (Camellia sinensis)
Apesar de ser amarguinha, essa bebida ajuda a queimar calorias, inibe o estoque de gordura e ainda dá uma mãozinha para a digestão. Só não vale consumir mais de 1,5 litro por dia.
Cavalinha (Equisetum arvense)
De alto potencial diurético, essa erva é supereficiente no combate ao inchaço e à retenção de líquidos. O ideal é consumir 3 xícaras (600ml) da bebida por dia.
Chá branco (Camellia sinensis)
Ele é parente próximo do chá verde, uma vez que é feito a partir da mesma planta. A diferença está no processamento da bebida, que é feito com os brotos da erva e não sofre oxidação. Consuma até 2 xícaras (400ml) por dia.
Chá das 7 ervas
Bebida composta por espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), chapéu-de-couro (Echinodorus macrophyllus), carqueja (Baccharis genistelloides), jurubeba (Solanuma paniculatum), abacateiro (Persea americana), cavalinha (Equisetum arvense) e bugre (Cordia salicifolia). Ela espanta a fome, é diurética e combate a gordurinha localizada. Tudo de bom!
Chá de flor de hibisco (Hibiscus sabdariffa)
“Diurético, ele combate a retenção de líquidos e contribui para a melhora da celulite”, explica Ângela Perrone, nutricionista da Clínica Carolina Ferolla. Beba meio litro por dia.
Dente-de-leão (Taraxacum officinalis)
A prisão de ventre estará com os dias contados se depender dessa erva, que ainda é diurética. Consuma até 2 xícaras (400ml) diariamente.
Camomila (Matricaria recutita)
Ela combate o estresse, deixando você calminha, calminha. Como resultado, reduz o risco de você comer além da conta por pura ansiedade. Consuma até 4 xícaras (800ml) todos os dias.
Atenção: consulte um médico antes de consumir qualquer tipo de chá, uma vez que as ervas podem ter contraindicações.
Fonte: Revista Shape
Publicado em Chá verde, Chás | Marcado com , , | Deixe um comentário

Chocolates que engordam menos

Veja quais são os menos calóricos e fazem bem à saúde

Não tem jeito, é uma tarefa árdua passar pela Páscoa sem comer chocolate. Uns se esbaldam, outros retiram o doce do cardápio e nem querem saber dele. É claro que para quem quer manter o peso, o chocolate não é o alimento mais apropriado, mas não é necessário retirá-lo da sua Páscoa. Duvida?

A nutricionista Roseli Rossi afirma: “O chocolate é uma importante fonte de energia e, ao contrário do que se pensava, pode trazer muitos benefícios à saúde desde que se opte por um tipo mais saudável e ingerido sempre com moderação”.

As opções mais saudáveis citadas por Roseli são os chocolates light e amargo, que possuem entre 100 e 110 calorias a cada 25 gramas. O chocolate amargo tem em sua composição maior quantidade de cacau (70%) e menores valores de açúcar e gordura. O chocolate light geralmente reduz algum nutriente específico ou o valor calórico, mas deve-se consultar a tabela nutricional de cada embalagem.

Roseli lembra que o chocolate de soja também é uma alternativa saudável: “Embora a quantidade de calorias não seja tão diferente do tradicional, é um chocolate 100% vegetal, feito com extrato de soja, sem lactose, glúten e colesterol”.

Os mais calóricos: branco e diet

O chocolate diet, apesar de não ter açúcar, é o que possui mais calorias (146). Por substituir o açúcar por adoçante, a composição precisa de mais gordura para manter a textura. Por isso o aumento nas calorias.

Os chocolates ao leite e branco também não são recomendados para uma dieta equilibrada. Eles são mais calóricos (cerca de 130 calorias), gordurosos e o cacau, uma importante fonte nutritiva, não é significativo em sua composição.

Benefícios? Sim!

“O chocolate escuro é rico em flavonoides, epicatequina e ácido gálico, que são antioxidantes que ajudam a proteger os vasos sanguíneos, prevenir câncer e promover a saúde do coração”, explica Roseli. Ela ressalta que o chocolate rico em cacau tem mais antioxidantes quanto o vinho tinto ou o chá preto.

Obs: A quantidade de calorias leva em conta porção de 25g ou uma barra pequena.

Fonte: Revista Shape

Publicado em Quantas calorias tem ? | Marcado com | Deixe um comentário

Como driblar as tentações e se manter firme na dieta

 

Não adianta, sempre surge uma situação ou outra que pode acabar com seus planos de manter a dieta. Seja aquele churrasco dos amigos, aquela festinha de aniversário ou mesmo esses dias mais frios, que pedem um docinho bem calórico e uma boa coberta.

E aí, pronto.

Adeus ao sonho de perder peso. Mas calma! Para tudo tem uma solução e nada como preparar algumas técnicas para driblar as tentações que surgem no caminho. A nutricionista Brunna Reis, do Dietas Delivery, tem algumas dicas para que você consiga manter sua dieta até o fim e ignorar os doces, frituras e massas!

Coma em casa – Quando surgir algum evento inesperado como uma festa, coma em casa. Faça um prato de salada bem caprichado, ou vitaminas de frutas com bebida de soja ou leite desnatado, ou sanduíches naturais no pão integral. São alimentos saudáveis e que saciam. Com certeza, você não vai devorar a mesa de salgados por já estar saciada;

Fracione as refeições – Coma a cada três horas. Isso é importante para manter o ritmo de seu metabolismo e na próxima refeição você não irá exagerar na quantidade, já que sentirá menos fome;

Consuma fibras – Elas também nos proporcionam uma sensação de saciedade, além de ajudar a manter a estabilidade da glicemia (açúcar no sangue). Isso faz com que tenhamos menos vontade de comer, principalmente carboidratos, como chocolates, doces, massas e pães;

Inclua quinua no cardápio – A quinua é um grão rico em nutrientes importantes para nossa saúde. É um alimento que contém o aminoácido triptofano. Ajuda a diminuir a ansiedade e provoca sensação de bem estar. Esse grão também possui gorduras saudáveis, que são antiinflamatórias e fibras que auxiliam no funcionamento intestinal e ajudam a aumentar a saciedade;

Beba água – Muita água ao longo do dia! A sede é o primeiro sinal de desidratação. “Devemos ingerir água até mesmo sem sentir sede, para que não desidratar”, revela a especialista. E, às vezes, a falta de hidratação é entendida pelo nosso cérebro como fome, então, beber um copo de água pode hidratar seu organismo e diminuir o desejo pela comida. Beba de 2 a 3 litros de água por dia;

Não compre guloseimas – Evite estoque de doces. Quando sentir vontade, saia para comprar e aprecie com moderação;

Não exagere nos produtos diet e light – Esses produtos contêm edulcorantes artificiais (adoçantes). Estudos indicam que o consumo de adoçante aumenta o apetite e a necessidade de carboidratos;

Brunna afirma que seguir estas dicas com disciplina sempre dá certo. Afinal, o sacrifício não é tão grande. Sair da dieta de vez em quando faz parte, não é meninas? Basta ter moderação!

Fonte: VilaMulher
Publicado em Emagrecimento, Nutrição | Marcado com , | Deixe um comentário